CRACK: O PERIGO RONDA A CIDADE

     
 

 

Uma das drogas mais destruidoras de que se tem notícia já invadiu morros e favelas. Agora está invadindo ruas, esquinas e pontos nobres da cidade. E o que é pior, ultrapassando os muros altos das mansões, escolas e atingindo jovens e crianças de todas as idades. É o crack, o perigo que ronda a nossa cidade. É uma droga letal, que devido à sua capacidade de super excitar o sistema nervoso dá ao usuário a sensação de euforia, não gasta mais de oito segundos para chegar ao cérebro e mata, às vezes rapidamente, por hemorragia cerebral ou infarto agudo a pessoa que a usa.
Aqui na REGIÃO DOS LAGOS, sabemos que o crack está sendo consumido por crianças, jovens e adultos oriundos das mais diversas classes sociais, o que demonstra o perigo que todos estão correndo devido à disseminação da droga. O preço do papelote não ultrapassa a alguns reais. Para distribuir o crack, os “Pequenos Aviões” ganham em média, R$1,00 por papelote.
A droga, crack é preferida por menores, que a consideram menos ofensiva que as drogas injetáveis. Grande engano. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, OMS, o crak é a droga, absorvida mais rápido pelo organismo, já que passa direto dos pulmões para o cérebro. Quando é cheirada, os pulmões se encarregam de filtrá-la antes e se injetada passa antes pelo fígado, coração, pulmões e finalmente o cérebro. Para enganar a fome, o frio e a solidão, as crianças de rua fumam crack dias a fio. Então, desmaiam pelas ruas. Debilitadas, elas podem morrer por “Overdose” ou “Inanição”.
Obtido a partir da cocaína refinada, acrescida de uma substância que pode ser o bicarbonato de sódio, o crack é comercializado pelos traficantes em forma de pequenas pedras porosas, de cor amarelada. Seus efeitos são devastadores. Ela dá a sensação de grande euforia, desinibição e provoca agitação psicomotora, taquicardia, dilatação da pupila, aumento da pressão arterial e transpiração. De vez em quando, alucinações visuais ou táteis. Como a euforia dura pouco, a pessoa é levada a fumar cada vez mais, fazendo com que se torne dependente em poucos dias.
Os danos ao sistema nervoso e cardiovascular aparecem com o uso continuo da droga e, entre os efeitos crônicos surgem dores de cabeça, tontura e desmaios. A morte pode vir em dias, semanas ou, tardando, em poucos meses. Morte que pode ser por infarto agudo provocado por overdose, uma vez que o coração passa a bater irregularmente, bombeando menos oxigênio para o cérebro.
Entrar para o mundo das drogas é extremamente fácil. Sair é difícil, mas não impossível. Os caminhos para a recuperação, no entanto, são longos e nem sempre representam sucesso total, dizem as autoridades da área. Portanto, o melhor remédio é a prevenção. Aqui na Região dos Lagos já existem bons trabalhos nesse sentido que tem dano bons resultados, mas precisa ser intensificado. Um é realizado pelos Diretores do CRER-VIP, uma organização não governamental que tem ministrado palestras em escolas, empresas, clubes de serviços e igrejas. Nas palestras são utilizados depoimentos de ex-dependentes, slides, filmes de vídeo, transparência e material didático.

 
     
 
Notícia Publicada em: 29/11/2005

 

TELEFONES DE CONTATO

Regional Grande BH-MG - (031) 3621-6000
Reg.Consel.Lafaiete-MG - (031) 3763-5233
Regional dos Lagos - RJ - (022) 9814-1019
Regional Araruama - RJ - (022) 9973-8289

OUTROS CONTATOS
SOS-CRER-VIDA/VIP DIFERENCIADO
Triagem Central BÚZIOS 022-9814-1019
crervip@crer-vip.org.br
contato@crer-vip.org.br
NOTICIAS SOBRE DROGAS

Matérias em nossa TV CRER-VIP

Jornal Primeira Hora. Conheça a Coluna do nosso Presidente José Gonzaga.
Clique Aqui