O QUE SÃO AS DROGAS DEPRESSORAS - 2ª PARTE

     
 

 

Infelizmente teremos que voltar muitas vezes, a escrever sobre as bebidas alcoólicas. Pois o álcool sendo uma droga psicotrópica é portanto da família dos depressores, tema que pretendemos abordar em varias matérias sobre depressores que iniciamos na coluna passada. O pior, é que o álcool é uma droga lícita, ou seja, seu consumo e comercialização para maiores de idade são aceitos por uma Lei, que também a proíbe para menores de 18 anos, para os quais a venda ou fornecimento de bebidas alcoólicas de qualquer espécie é crime, mas que até hoje não se tem noticia que em todo o pais, alguém para algum menor tenha vendido qualquer bebida alcoólica. Até parece com as historias de lá de Brasília, onde o dinheiro aparece ou some e ninguém viu ou sabe de alguma coisa, nunca havendo portanto, qualquer crime ou ilícito para exemplarmente ser punido, embora as vitimas sejam sempre identificadas pela sabedoria popular. Todos também sabem que dirigir sob efeito de álcool é proibido por Lei no Brasil e a quantidade máxima da substância aceita para quem esta conduzindo em todo território nacional, é de apenas 0,6 gramas por litro de sangue. O álcool por afetar diretamente toda a coordenação motora, é o maior responsável, segundo a OMS, por milhares de acidentes fatais que ocorrem, envolvendo como culpados motoristas sob o efeito do álcool. Curiosamente um estudo recente revela que as mulheres possuem maior possibilidade de ficarem embriagadas, com o mesmo volume de álcool consumido, porque têm menos água no organismo que os homens. É que o álcool ao ser distribuído pelos líquidos orgânicos apresenta maior concentração nos indivíduos que possuem menor quantidade desses líquidos. Aí as mulheres, como dizem, dançam em primeiro lugar. O álcool é a droga presente, infelizmente em quase todas as festas e comemorações no Brasil. Seu consumo não se restringe à população adulta, mas também as crianças e aos jovens adolescentes, pois como acima reportei, existe uma Lei, mas ninguém liga «pra ela», pois existe também, uma total aceitação social e seu consumo, que moderado no inicio pelas crianças e jovens, acabam se tornando parte de uma rotina até a instalação definitiva do vicio. Aqui nesta coluna já afirmamos, que o uso abusivo do álcool, são sem duvida, alguns dos fatores que o tornam o maior responsável por sem números problemas sociais. Ele promove atos de violência, acidentes de trânsito com estatística que acima já apresentamos. Em tempo podemos lembrar, um assustador relatório da previdência do governo brasileiro, sobre o grande impacto que o mesmo causa no sistema público de saúde do País. No Brasil, aproximadamente 11,2% da população adulta é dependente do álcool. Entre a faixa etária de 12 á 17 anos, esta taxa chega a 5,2% e entre os que possuem mais de 18 aos 24 anos 15,5%. Os males crônicos e agudos do álcool ficam para a próxima matéria.

 
     
 
Notícia Publicada em: 05/12/2006

 

TELEFONES DE CONTATO

Regional Grande BH-MG - (031) 3621-6000
Reg.Consel.Lafaiete-MG - (031) 3763-5233
Regional dos Lagos - RJ - (022) 9814-1019
Regional Araruama - RJ - (022) 9973-8289

OUTROS CONTATOS
SOS-CRER-VIDA/VIP DIFERENCIADO
Triagem Central BÚZIOS 022-9814-1019
crervip@crer-vip.org.br
contato@crer-vip.org.br
NOTICIAS SOBRE DROGAS

Matérias em nossa TV CRER-VIP

Jornal Primeira Hora. Conheça a Coluna do nosso Presidente José Gonzaga.
Clique Aqui