O FUMO... MESMO VESTIDOS DE CIGARROS, TEM AS DROGAS QUE MATAM... 9ª PARTE

     
 

 

Devemos também recapitular o que em outros dois trechos nesta coluna já reportei citando como titulo; «Conversando sobre drogas», aprendido com ótimos autores que discorrem com sabedoria,sobre a tolerância e dependência causada pelo fumo, bem como sobre os melhores tratamentos para se parar de fumar: Tanto a tolerância aos efeitos adversos e agudos do cigarro, como a síndrome da abstinência que assinala a dependência à nicotina e contribui muitas vezes para se manter o perigoso hábito de fumar. Vejamos o que acontece logo após a corajosa e sabia decisão de fumar o último cigarro e que é denominado de «síndrome da abstinência» Diminuição dos batimentos cardíacos e da pressão arterial, altamente salutar para o coração que ocorre logo após as primeiras 6 horas e permanece por mais de 3 dias. Em algumas pessoas às vezes, manifesta náusea, dor de cabeça, constipação e aumento do apetite, pois os produtos químicos existentes no preparo do fumo, também agiam como alimentos artificiais para o organismo. Estes são os sintomas e observações mais importantes. Também se manifesta durante algum tempo, sonolência ou insônia, fadiga, irritabilidade e dificuldade para concentrar-se. Nas pessoas sedentárias acontece, principalmente aumento de peso e a compulsão, (desejo irreprimível de fumar ou de comer) são naturais manifestações da retirada do habito e da intoxicação a favor do organismo. Um quarto das pessoas relata desejo de fumar até cinco ou nove anos, depois de pararem. Eu passei por tudo isto e posso afirmar que valeu a pena, pois chego aos 67 anos de vida saudável, firme e forte, podendo contabilizar até a grande economia financeira que fiz ao parar de fumar. Façam as minhas contas como exemplo, para depois, vocês fazerem as de vocês: Eu fumava três maços de cigarros por dia, cada um custava em media na época que parei, um dólar cada. Era, pois, 03 dólares o custo dos três maços fumados ao dia. Trinta dias vezes 03 US é igual a 90 dólares por mês. Multiplicando os 90 US vezes também, os 12 meses do ano, chegamos a 1.080 dólares economizados por ano. Eu parei de fumar em 1988, ou seja, a 18 anos, vezes os tais 1080 dólares... É igual a 19.440 US, portanto não e exagero afirmar que mesmo o dólar estando valendo muito pouco, R$ 2.20, já economizei, mais de R$ 42.768,00, pois se tivesse feito uma caderneta de poupança, teria recebido juros cada vez maior, mês a mês sobre os valores acumulados e ainda, ganhei mais saúde, menos visita a farmácias, médicos e hospitais, até para minha esposa Soraia, e amigos que de tabela eram fumante passivos ao respirarem minhas fumaças perdidas. Agora que meu amigo leitor, já sabe porque experimentar um cigarro é tão perigoso e pode lhe custar caro em dinheiro e a própria vida, recomende a se mesmo e as pessoas que realmente gosta, ainda ha tempo de parar ou de não começar, evitando riscos comprovadamente desnecessário. Leia esta quase metáfora: Se um dia em uma estrada de lama, o veiculo que estiver viajando agarrar, digo, atolar no barro e começar a colocar as pessoas que estiverem em sua companhia em risco, o que o bom censo lhe indicará fazer sem vergonha ou constrangimento? Pedir ajuda, visto que ficar em situação de risco, pode acontecer a qualquer um. Hora se parar de fumar é difícil e existe uma situação de risco que também ameaça todos a sua volta, não tenha vergonha ou constrangimento, peça ajuda e saiba; Atualmente existem várias técnicas diferentes e até medicamentos para quem quer deixar de fumar. Em qualquer caso, repetimos, o indivíduo deve estar, como um dia fiquei logo apos me alertarem e também me deixarem, muito motivado, para suspender o uso desta droga.


JOSÉ GONZAGA É PRESIDENTE NACIONAL DAS COMUNIDADES TERAPÊUTICAS CRER-VIP E PAN-BRAS - PROJETO ANTIDROGAS BRASIL. Pedidos de internações, de palestra, tratamento ambulatorial e Informações; www.crer-vip.org.br Mais matéria desta coluna no site... www.jornalprimeirahora.com.br

PESSOAS JURÍDICAS OU FÍSICAS PODEM SE TORNAR SÓCIOS MANTENEDORES DO CRER-VIP e ajudar a recuperar crianças, adolescentes e adultas vitimas, do álcool e das drogas. Para fazer atendimento Ambulatorial e internamentos de dependentes químicos, ligue SOS CRER-VIP-031xx6216000.

 
     
 
Notícia Publicada em: 24/10/2006

 

TELEFONES DE CONTATO

Regional Grande BH-MG - (031) 3621-6000
Reg.Consel.Lafaiete-MG - (031) 3763-5233
Regional dos Lagos - RJ - (022) 9814-1019
Regional Araruama - RJ - (022) 9973-8289

OUTROS CONTATOS
SOS-CRER-VIDA/VIP DIFERENCIADO
Triagem Central BÚZIOS 022-9814-1019
crervip@crer-vip.org.br
contato@crer-vip.org.br
NOTICIAS SOBRE DROGAS

Matérias em nossa TV CRER-VIP

Jornal Primeira Hora. Conheça a Coluna do nosso Presidente José Gonzaga.
Clique Aqui