SINAL DE ALERTA PARA OS QUE SÓ BEBEM...SOCIAL...MENTE

     
 

 

A quantidade de álcool que uma pessoa pode beber, quando não são alcoólatras, sem prejudicar a saúde é medida em doses. Depois de muitos estudos sobre a concentração alcoólica de cada bebida, os especialistas chegaram á conclusão de que uma dose representa 1 copo de cerveja (300 ml) igual a 1 taça de vinho (150 ml), igual a 1 copo de cachaça (50 ml), igual 1dose de whisky (50 ml), igual 1 unidade de álcool puro (15 ml).Com base nessa medida é que foram estabelecidos os limites tidos como perigosos.Comparando o processo que leva ao alcoolismo a um sinal de trânsito, podemos dizer que o homem que bebe menos de 12 unidades distribuído em uma semana (09 unidades para mulheres) corre baixo risco de se tornar um alcoolista, que passará a ser uma doença. Está na luz verde, é assim como o diabético não pode comer doce sem ter problemas, ele não poderá beber mais, nem socialMENTE.
Quem ultrapassar esse limite vai passando do verde para o amarelo. Nessa faixa, o hábito pode ser revertido com mudança de conduta. Quando se chega no vermelho, ou seja, se constata a dependência alcoólica, é necessário o tratamento especializado. Portanto, mantenha os limites do consumo. Nas festas, reuniões com amigos e comemorações, não ultrapasse as 4 unidades, no caso dos homens. As mulheres não devem beber mais do que 3 unidades, para não ficarem igual aquela, lá do BIG BROTHER.
Uma forma prática de manter o controle é fazer uma tabela na qual conste: o total de doses que a pessoa ou você, bebeu em cada dia da semana, onde e com quem bebeu e o tipo de bebida que tomou. A tabela ajuda a perceber melhor em que ponto é possível agir para não se ultrapasse o sinal de perigo. Por exemplo: Evitando lugares onde se bebe mais, procurando estar em companhia de pessoas que não incentivem o uso da bebida, fazendo atividades de lazer, profissionais ou sociais nos horários em que a pessoa sente maior vontade de beber.
Exemplo: “Eu me chamo...( Luiz..............), acreditava que só bebia socialmente, mas passei do vermelho e fui corajoso, reconheci que fui vitima do álcool; me tornando um alcoólatra; fiz muito mal à minha família, desrespeitei o meu local de trabalho, os amigos e a mim mesmo. Após um tratamento, de nove meses internado no CRER-VIP, graças a Deus, recuperei minha auto-estima, minha espiritualidade e as pessoas que me amam”. Atualmente faço parte do grupo de voluntários do PAM-BRAS, nossa missão básica é divulgar ações de prevenção ao uso do álcool e das drogas. Agora estou muito feliz.

 
     
 
Notícia Publicada em: 07/02/2006

 

TELEFONES DE CONTATO

Regional Grande BH-MG - (031) 3621-6000
Reg.Consel.Lafaiete-MG - (031) 3763-5233
Regional dos Lagos - RJ - (022) 9814-1019
Regional Araruama - RJ - (022) 9973-8289

OUTROS CONTATOS
SOS-CRER-VIDA/VIP DIFERENCIADO
Triagem Central BÚZIOS 022-9814-1019
crervip@crer-vip.org.br
contato@crer-vip.org.br
NOTICIAS SOBRE DROGAS

Matérias em nossa TV CRER-VIP

Jornal Primeira Hora. Conheça a Coluna do nosso Presidente José Gonzaga.
Clique Aqui